Como garantir uma vida de qualidade em um mundo acelerado?

O que é o ODS 9 e qual a sua importância?


O ODS 9 diz respeito à necessidade de promover a industrialização sustentável e fomentar a inovação. O objetivo é que a indústria aumente a geração de empregos, contribuindo para a expressiva melhoria do PIB dos países. Ademais, esse objetivo também se refere a intensificação da pesquisa científica e modernização das infraestruturas.

A indústria, a inovação e a infraestrutura são essenciais para que haja desenvolvimento sustentável, econômico e social. A ONU contabiliza que cada emprego no setor da indústria manufatureira cria 2,2 empregos em outros setores da economia. Atualmente, muitos países continuam apresentando escassez das infraestruturas mais básicas como estradas, tecnologias da informação e das comunicações, saneamento, energia elétrica e água, o que prejudica o progresso desses países em todos os níveis.


ODS 9 / Fonte da imagem: https://sc.movimentoods.org.br/

ODS 9 no mundo


É difícil contabilizar os avanços relativos à infraestrutura, pois envolve diversos fatores como água potável, eletricidade, saneamento e até comunicações. Por isso, fazemos um convite para que vocês leiam os textos anteriores publicados sobre os ODS, em especial o 3, 4, 6 e 7.

Em um relatório de 2019, a ONU ressaltou que os investimentos em pesquisa e desenvolvimento foram de 2 bilhões de dólares em 2016, o que corresponde a um grande aumento em relação aos 739 milhões de 2000. Entretanto, o mesmo relatório chamava atenção para o fato de que a industrialização nos países menos avançados não tem caminhado o suficiente para atingir a meta em 2030. Ressaltando as disparidades entre países, o valor agregado por manufatura per capita nos países menos desenvolvidos era de 114 dólares, enquanto na Europa e na América do Norte chegava a 4.938 dólares.

Novamente é preciso falar que houve um grande impacto no progresso desse objetivo por conta da pandemia de COVID-19, a qual afetou todos os setores industriais (no texto do ODS 8 falamos um pouco mais sobre esses impactos). A situação se mostra especialmente perigosa nos países menos desenvolvidos, em que a indústria representa fonte essencial de renda da maioria da população. Os avanços alcançados até então podem inclusive serem perdidos se os governos não conseguirem implementar medidas que auxiliem nesse período de crise.

A ONU traz algumas recomendações para esse momento, indicando que sejam feitos investimentos na tecnologia, pesquisa e inovação, incentivos à promoção de indústrias sustentáveis e a criação de estradas em boas condições, eletricidade confiável, conexão à internet, além de boas ligações marítimas e aéreas. É preciso uma atuação marcante dos governos de cada país para que possamos combater a crise gerada pelo coronavírus.


ODS 9 no Brasil


Mais uma vez o Relatório Luz de 2020 aponta grandes falhas do Brasil em relação ao monitoramento do cumprimento das metas da Agenda 2030. Segundo o documento, o Ipea, órgão responsável pela avaliação da implementação dos objetivos, não possui dados atualizados. O próprio órgão reconheceu em 2019 que “o principal desafio é garantir condições de investimentos em infraestrutura, além de disponibilizar recursos financeiros para ciência, tecnologia e inovação”, algo que já deveria ter sido superado logo após o país se comprometer internacionalmente a cumprir com os objetivos.

O Ipea também registra “falta de articulação entre as políticas públicas e programas que facilitariam o crédito às micro e pequenas empresas, além da ausência de ações ambientais e de sustentabilidade nas políticas, planos e programas já existentes”.

Ademais, o Brasil apresenta uma enorme crise no setor industrial, a qual se arrasta há seis anos. Em 2019, a renda média per capita foi de R$ 1.439,00 e ficou abaixo do salário-mínimo em 12 estados brasileiros, o que demonstra um cenário muito distante da Agenda 2030, com metas totalmente estagnadas ou mesmo em constante retrocesso.

Fonte: gráfico retirado da página 51 do Relatório Luz 2020.


Principais metas deste Objetivo:


  • Aumentar significativamente o acesso às tecnologias de informação e comunicação e se empenhar para procurar ao máximo oferecer acesso universal e a preços acessíveis à internet nos países menos desenvolvidos, até 2020;

  • Apoiar o desenvolvimento tecnológico, a pesquisa e a inovação nacionais nos países em desenvolvimento, inclusive garantindo um ambiente político propício para, entre outras coisas, diversificação industrial e agregação de valor às commodities;

  • Facilitar o desenvolvimento de infraestrutura sustentável e robusta em países em desenvolvimento, por meio de maior apoio financeiro, tecnológico e técnico;

  • Fortalecer a pesquisa científica, melhorar as capacidades tecnológicas de setores industriais em todos os países, particularmente nos países em desenvolvimento;

  • Modernizar a infraestrutura e reabilitar as indústrias para torná-las sustentáveis, com eficiência aumentada no uso de recursos e maior adoção de tecnologias e processos industriais limpos e ambientalmente adequados;

  • Aumentar o acesso das pequenas indústrias e aos serviços financeiros, incluindo o crédito acessível e sua integração em cadeias de valor e mercados;

  • Promover a industrialização inclusiva e sustentável e aumentar significativamente a participação da indústria no emprego e no produto interno bruto;

  • Desenvolver infraestrutura de qualidade, confiável, sustentável e robusta, incluindo infraestrutura regional e transfronteiriça, para apoiar o desenvolvimento econômico e o bem-estar humano, com foco no acesso equitativo e a preços acessíveis para todos.


A nível global estamos diante de empecilhos para o cumprimento das metas deste objetivo. Mais do que nunca o setor público e as empresas privadas devem movimentar-se para investir em pesquisa, garantindo a perspectiva de um futuro melhor com soluções tecnológicas e sustentáveis para os problemas que enfrentamos hoje. Além disso, os investimentos em infraestrutura e inovação que puderem ser realizados neste período serão cruciais para a recuperação do crescimento econômico e desenvolvimento dos países. O ODS 9 se mostra ainda mais fundamental no ano de 2020.

Dados coletados da ONU, Banco Mundial, Relatório Luz 2020, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).


Texto criado e desenvolvido exclusivamente pela Letícia Chieppe (@lele_chieppe) para a Souy Eco-Friendly.


•••

comércio justo, colaborativo e sustentável

INFORMAÇÕES

FORMAS DE PAGAMENTO

O nome Souy® e seu logo são marcas registradas da Souy Serviços de Marketing Ltda. 

© Copyright 2014-2021 | Souy Serviços de Marketing Ltda. | Todos os direitos reservados. ®

SOBRE A SOUY

souy-eco-friendly-site-seguro.png
ANDROID.png

Souy Serviços de Marketing Ltda. CNPJ 33.943.306/0001-30