Artista chinês Wan Yunfeng transforma lixo em moda e influencia pessoas pelo mundo

Nossa preocupação com o consumo exacerbado e a poluição dos nossos mares, entra cada vez mais em pauta como uma forma de alertar a todos sobre os impactos que nosso estilo de vida dos últimos anos, vem impactando o nosso ecossistema.

No dia cinco (5) de junho, sexta-feira, comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente, e ontem, segunda-feira dia nove (9), comemoramos o Dia Mundial do Oceano. Houve muito engajamento sobre o assunto nas mídias e redes sociais por personalidades influentes em todo o Brasil e no mundo, alertando sobre a importância da conscientização e sobre como devemos respeitar esse gigante azul, chamado Planeta Água.

Em uma publicação feita pela CNN Style, no dia cinco (05) sexta-feira, dia em que foi comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, nos deparamos com uma figura nada comum, segue um trecho da reportagem:


"Dois pares de patins empoeirados, laranja-pastel. Crânio de um carneiro. Vários metros de corda vermelha emaranhada. Eles não são o tipo de item que você encontra nas grandes casas de moda da Europa ou nas passarelas da América do Norte. Mas, para o designer e artista performático chinês não convencional Wan Yunfeng, eles são perfeitos. De seu pequeno apartamento no leste de Pequim, Wan faz moda que só ele usa. Seus vestidos distintos são criados a partir de itens descartados, enrolados e torcidos ao redor do corpo e fotografados para enviar uma mensagem sobre o poder destrutivo do consumo humano. Sob o governo de Xi, qual é a imagem da China do homem 'ideal'? "Faço roupas para conscientizar o meio ambiente, é arte performática. É claro que você não pode usar essas roupas na vida cotidiana, é entregar uma mensagem de proteção ambiental", afirmou. Em sua mais recente série de fotos, "Protection of the Ocean", as roupas de Wan o fazem parecer enredado em redes e lixo plástico, suas expressões faciais torturadas projetadas para espelhar a dor de animais oceânicos presos.

Uma imagem do novo projeto de Wan, "Proteção do Oceano", na qual ele reflete a situação dos animais marinhos presos. Crédito: Cheng Chong Fonte: CNN Style


"Quero reconstruir as cenas daqueles animais que lutam antes de morrerem, causados ​​pela poluição do oceano", afirmou.


Wan cresceu em uma cidade pequena e pitoresca na área leste de Fushun, uma cidade com mais de 2 milhões de pessoas na província de Liaoning, no nordeste.

Ele herdou sua veia artística de seu pai, Wan Lun, que atuou no teatro errenzhuan local, um tipo de ópera chinesa do nordeste do país que é apresentada por duas pessoas. Hoje é um grande influenciador da moda sustentável e da sua arte em reaproveitar coisas, apesar das críticas que recebeu e ainda recebe no decorrer da sua carreira, Wan afirma "Se apenas uma pessoa for influenciada por mim, eu devo fazê-lo", disse ele.


Para conhecer mais da sua história, clique aqui.


•••


O consumo consciente faz bem para o nosso corpo e para nossa alma.

Até logo!



com propósito: comércio justo, colaborativo e sustentável

INFORMAÇÕES

FORMAS DE PAGAMENTO

O nome Souy® e seu logo são marcas registradas da Souy Serviços de Marketing Ltda. 

© Copyright 2014-2020 | Souy Serviços de Marketing Ltda. | Todos os direitos reservados. ®

SOBRE A SOUY

souy-eco-friendly-site-seguro.png
ANDROID.png

Souy Serviços de Marketing Ltda. CNPJ 33.943.306/0001-30